Diary of a Dream Series | Diario de um sonho

I believe I will start these series called Diary of a Dream. I think it’s obvious what is about, but basically my old texts and poems, that I used to write in my diary:

Acho que vou comecar agora as series chamadas Diario de um Sonho, Acho que e obvio sobre o que e, basicamente sao poemas e textos meus antigos, que costumava escrever no diario:
It’s funny to think about it, but I guess that during years in a row I’ve wrote to my best friend, even if during years I had no contact with her. But just the memory I had from her, of all our good times together, I felt like I needed to write her, because that’s how we’ve started. We’ve used to write letters to each other (she started it in fact), and we used to read them when we went out from school. Ahh there’s something magical about that.

So here it goes, one of my first poems, from 2001 (In Portuguese only)

E engracado pensar nisso, porque acho que durante anos a fio escrevi para a minha melhor amiga, mesmo durante anos que nao tinha qualquer contacto com ela. Mas para a memoria que tinha dela e dos nossos bons tempos juntos, sentia necessidade de escrever para ela, e sobretudo porque foi como comecamos, a escrever cartas uma a outra (ela e que teve a ideia), e liamos as cartas quando saimos da escola. Ahhh ha qualquer coisa de magico nisso.

Entao aqui vai, um dos meus primeiros poemas de 2001:

Há quem procure no amor
A eterna felicidade
Há quem no silêncio encontre
Uma fuga para a dor,
E há quem nessa dor descubra
O seu único destino…
Eu, procuro o eterno amor
Que nas brumas da terra se esconde…
Percorro o meu único caminho
Que me leva às profundezas 
De uma terra desconhecida
Sinto-me perdida…
Perdida no escuro
E grito! Grito cada vez mais alto
Por uma salvação,
Por um amor que não existe,
Mas os meus gritos 
Perdem-se no silêncio das brumas
Desta terra misteriosa
Tento então achar o caminho de volta,
Não! Já não há volta
Tento então esquecer o amor
Que me trouxe até aqui,
Tento esquecer que te procuro desesperadamente
Tento esquecer que é a ti que amo perdidamente
Desisto então de remar contra a maré
E deixo-me envolver por ela…
Fico deitada nesta terra estranha
Tão estranha como o misterioso silêncio que a cerca
Não há mais volta
E não há mais saída
Porque tu, meu eterno amor
Pertences ás brumas desta terra
Tão infinita e tão misteriosa
Como o silêncio do meu amor

Advertisements

2 thoughts on “Diary of a Dream Series | Diario de um sonho

  1. ohh tao querida!! Obrigada pelas palavras. eu gostava mesmo imenso de escrever e sei que dei por mim com prai 13 anos a escrever coisas que hoje quando leio fico parva. Acho que ja nao estou tao sentimental como era antes 🙂

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s